Manual de Aplicação

Características:

  • Os produtos da Quarel oferecem um material autêntico e feito principalmente de argila e areias como requer a tradição. 

  • O processo artesanal transforma cada produto em uma peça única, com diferentes tons e texturas.

Materiais:

   Para efetuar o assentamento é necessário possuir as ferramentas e materiais ideais que resultem em um melhor acabamento.

  • Sugerimos a utilização de argamassa AC3, com preferencia por um tom escuro, pois dependendo das peças, podem haver locais onde a argamassa ficará visível. Vale lembrar, que também é importante seguir as instruções do fabricante da AC3.

  • Quem irá assentar deve estar equipado com EPIs, como luvas e óculos. Deste modo, evitando danos ao corpo.

  • É recomendado o uso de uma grande variedade ferramentas para garantir a qualidade do serviço, como desempenadeira, nível, régua, espátula, lápis, escova, etc. No caso do recorte dos tijolos, é ideal utilizar serra elétrica com disco próprio para este corte.

Importante: 

   Antes de iniciar o assentamento deve-se tomar algumas medias preventivas para evitar problemas. 

  • Má aplicação do revestimento pode resultar em um acabamento de qualidade inferior. Por este motivo, recomendamos a contração de profissionais qualificados para efetuar o assentamento.

  • A superfície do local onde vai ser aplicado precisa estar limpa e nivelada, livre de poeira, umidade, graxa, óleos e até mesmo isenta de cal.

  • Para um melhor equilíbrio de  tonalidade aconselhamos que os tijolinhos de diferentes caixas sejam misturados com outras, assim diversificando as peças.

  • Além da parede, o produto também de estar limpo e não muito molhado, para que assim, ele possa aderir à parede corretamente. 

  • Os tijolinhos podem ser somente assentados em paredes de concreto, dry wall, e alvenaria.

Aplicação:

   Nesta etapa, o assentador deve estar ciente de todos as medidas e possuir em mão os materiais necessários. Com esses critérios compreendidos e organizados, a aplicação já pode começar.

  • Uma sugestão para garantir um ótimo revestimento é disposição das peças antes da aplicação, pois assim  é possível observar como ficariam distribuídas. 

  • Ao iniciar, produza uma linha guia para certificar que nivelamento do revestimento fique perfeito.

  • A argamassa pode ser colocada no local por meio da desempenadeira. Espalhe 0,5 m² por vez, a cada aplicação dos tijolinhos. Caso aplique por todo o local, a argamassa poderá vitrificar e perder aderência. 

  • Na aplicação dos tijolinhos, intercale peças de diferentes caixas para um melhor resultado.

  • Posicione cada peça precisamente, com o auxilio das ferramentas e da linha guia. Lembre sempre de manter um espaços de alguns milímetros entre as peças para evitar dilatação térmica, pois pode acabar ocasionando fissuras. 

  • Durante aplicação do tijolinhos, podem haver peças que apresentam deformidades. Para corrigir isso, utilize a serra elétrica e em outros casos o torquês.

Rejunte:

   No caso do rejunte, o espaço entre a peças deve ser maior e colocação do mesmo deve se ser feita com uma bisnaga, para evitar que o material suje a superfície do tijolinho. 

 

   Sugerimos também a aplicação de óleofugante, para manter a qualidade da peça e ajudar na limpeza.

Limpeza:

   No momento da aplicação pode haver respingos ou até a argamassa escorrer por cima de alguma peça. Enfrente isso, é ideal limpar a massa antes que seque, utilizando uma esponja molhada.

   Após o revestimento estar assentado, a limpeza pode ser feita com aspirador de pó e escova. Para a parte externa, já é possível o uso de água em mangueiras ou lava jato.

Proteção:

Para uma maior durabilidade da qualidade da peça, adicione um impermeabilizante sobre elas. Isso evitara dano contra umidade, infiltração, sujeira e até condições do tempo em ambientes externos.